segunda-feira, 2 de maio de 2016

ESB 4G - Participação nas Jornadas de Biotecnologia 2016


No passado dia 17 de março, a Associação de Antigos Alunos da ESB participou numa sessão integrada nas Jornadas de Biotecnologia, um evento organizado por estudantes da ESB-UCP.

A sessão teve como título "ESB 4G". Quatro antigos alunos de diferentes gerações constituíram o painel de oradores. Foram eles: Sérgio Loureiro, Sofia Costa Lima, Rui Oliveira e João Peixoto com a moderação de Ricardo Lacerda.

O desafio inicialmente lançado pela comissão organizadora das Jornadas de Biotecnologia tinha como objetivo ouvir as experiências académicas dos antigos alunos da ESB, esperando que estes partilhassem  também outras histórias passadas e que explicassem a importância que estas tiveram nas suas carreiras profissionais e nas suas vidas.

E assim aconteceu.
Foi num género de "conversa entre amigos" que a sessão começou num auditório ainda bem composto, apesar da hora do almoço se aproximar. Os resistentes ficaram para escutar algumas vivências dos seus "antepassados".

Ricardo Lacerda deu início à conversa dando a voz, tal como mandam as "regras", à única mulher do painel, Sofia Costa Lima, que se apresentou ao público presente. Depois, seguiram-se as restantes apresentações, durante as quais cada um optou por destacar o que considerou mais importante do seu percurso.

Curiosamente, todos os oradores, durante as suas passagens pela Escola Superior de Biotecnologia, pertenceram à Associação de Estudantes e todos eles foram Presidentes da Direção desta entidade gerida por estudantes. A participação em atividades como a AE, Tunas, Praxe e outras foi um ponto destacado por todos. A capacidade de gestão de equipas, de resolução de problemas, de organização de eventos, entre tantas outras skills, foram conseguidas e melhoradas ao longo da participação ativa nestas atividades e, atualmente, ajudam-nos no trabalho que exercem. Ficou claro o incentivo para que todos participem. Foi até referido que a gestão da AE se assemelha à gestão de uma pequena empresa, onde é preciso dinamizar, criar e reativar atividades, gerir pessoas, orçamentos, e muitos outros aspectos. Sem dúvida, é uma mais-valia para todos os estudantes.

Também foram recordadas algumas histórias dos tempos de estudante de cada um e esclarecidos alguns mitos académicos da ESB. Até histórias sobre o Quim Barreiros foram contadas! Apesar da insistência por parte do moderador, os participantes (por algum motivo especial) não quiseram partilhar as suas vivências das Queimas das Fitas. Certamente, partilharão numa próxima oportunidade.

Outro tema abordado ao longo da conversa foi a importância que a ESB teve (e ainda tem) nas suas carreiras. Neste ponto, as opiniões também foram semelhantes. Todos destacaram que estudar na ESB lhes trouxe muitas vantagens: a oportunidade de ter professores especialistas (nacionais e internacionais) nas várias áreas de estudo, a proximidade com o corpo docente que facilitava o relacionamento aluno-professor e a dimensão da faculdade (comparando com as várias faculdades da Universidade do Porto) também ajudava no relacionamento com toda a Comunidade.

Ao longo dos 50 minutos de conversa, muitos foram os momentos durante os quais se falou da "geração perdida" mas ficou claro que essa geração não marcou presença nesta sessão das Jornadas de Biotecnologia.

A AAAESB agradece o convite e apela para que mais iniciativas do género se façam. Isto demonstra um excelente sinal da colaboração entre gerações e revela o quão importante é para o futuro da nossa comunidade.

Parabéns à organização.

Obrigado,
AAAESB

(Fotos da sessão aqui)

domingo, 4 de outubro de 2015

Dia das Nações Unidas 2015 - O nosso mundo em mudança



O nosso mundo em mudança

Sete mil milhões de pessoas no mundo...
Cerca de mil milhões de pessoas vivem como nós: com acesso a informação, relativo conforto, liberdade de expressão individual e coletiva e até alguns excessos.

E os outros?

A pressão sobre os recursos e sobre a mobilidade das pessoas vai continuar a aumentar.
Como devemos atuar como cidadãos? Quais os paradigmas que temos que alterar?

A este tema dedicaremos o próximo Encontro das Redes Profissionais Para o Futuro, na ESB.

Programa:

9h30 - Receção e Networking
10h00 - Fernando Nobre, AMI
10h45 - Joaquim Azevedo, Universidade Católica
11h30 - Intervalo e Networking
12h00 - Vitor Verdelho, EABA - European Algae Biomass Association
12h45 - Debate
13h25 - Mensagem do Secretário Geral da ONU

Inscrições

segunda-feira, 20 de julho de 2015

Video da Places4All - Follow-up do Encontro de Redes

No momento Pessoas, Ideias e Negócios, o Hugo Vilela falou-nos da Places4All (ver o website aqui: http://www.places4all.com/). Pensamos que todos sentimos que a nossa visão do mundo mudou com a apresentação do Hugo.

Já agora, sugerimos que vejam e partilhem o vídeo da Places4All. Em apenas um minuto, fica resumido o que a Places4All se propõe fazer para tornar o mundo um lugar mais inclusivo.

https://vimeo.com/130224086

Obrigado, Hugo, e que a Places4All continue a crescer como é preciso.



sexta-feira, 17 de julho de 2015

enersolar e Porta'OLado - As Próximas Apresentações no Encontro de Redes

E já só falta um dia para conhecermos mais dois projetos:

enersolar - Gestão de Energia na Indústria, por Sandra Vieira de Castro

Porta'OLado - A Cultura dos Pequenos Prazeres, por Rui Ferraria Oliveira






Não faltem, o Encontro de Redes é amanhã, sábado, na Escola Superior de Biotecnologia, a partir das 10.30h. Mais informação e inscrições no blog da Alumni Biotecnologia.


quinta-feira, 16 de julho de 2015

Venda solidária de obras de arte - Associação SOMOS NÓS



Durante o  Encontro do próximo Sábado estarão expostas para venda obras de arte generosamente oferecidas por diversos artistas, e cujo proveito se destina a ajudar a SOMOS NÓS, Associação para autonomia e integração de jovens deficientes.

A SOMOS NÓS é uma IPSS (Instituição Particular de Solidariedade Social) de natureza associativa, criada por iniciativa de pais e amigos de jovens adultos 'menos eficientes', que chegaram ao fim do período de vida escolar e necessitam de alternativas para a sua realização pessoal e profissional.

Funcionando neste momento em instalações emprestadas e na impossibilidade de admitir novos utentes, a SOMOS NÓS está a construir instalações próprias com a ajuda de contributos solidários..

Quem aprecia arte e tiver possibilidade em colaborar poderá fazê-lo no próximo Sábado, 18 de Julho na ESB.

Mais informações sobre a SOMOS NÓS podem ser obtidas aqui.